As receitas aqui postadas são todas livres de glúten.

quinta-feira, 25 de fevereiro de 2016

Pão integral de batata-doce e psyllium - MFP Nº 59

                                      Esse pão ficou muito bom, textura perfeita!  

Nessa receita usei o psyllium (uma fibra) e não usei cmc e nem goma xantana. 
O psyllium, tem um excelente resultado em receitas de pães sem glúten.
É encontrado em farmácias de manipulação e em algumas lojas de produtos especiais. 
Fica dica para quem não encontra ou não quer usar cmc e goma xantana.

INGREDIENTES:
  • 3/4 de xíc de purê de batata-doce
  • 2 ovos
  • 1 CS (colher de sopa) de vinagre de maçã
  • 3 CS de óleo
  • 2 CS de açúcar
  • 1 colher chá de sal ou a gosto
  • 1 CS de farinha de linhaça
  • 1 colher de sobremesa de psyllium 
  • 100 ml de água em temperatura ambiente (para deixar o psyllium de molho)
  • 1 xíc de farinha de arroz integral
  • 1 3/4 xíc de farinha sem glúten ( pode usar qualquer mix pronto ou farinha preparada)
  • 1 CS de fermento biológico seco
  • 1 xíc de água morna

MODO DE PREPARO:
  1. Em uma xícara ou copo misturar o psyllium e 100 ml de água e reservar até formar um gel.
  2. Em outro recipiente juntar o fermento, o açúcar e a água, tampar e deixar descansar até formar uma esponja por cima (eu gosto de deixar dentro do microondas fechado. Leveda bem rápido).
  3. Numa tigela juntar todos os ingredientes secos e misturar.
  4. Fazer uma cova no centro dos ingredientes secos e juntar os ovos, o óleo, o vinagre e o purê de batata.
  5. Incluir o fermento levedado (todo o conteúdo).
  6. Por último juntar o gel de psyllium e misturar tudo.
  7. Passar a mistura para a forma da máquina e ligar no ciclo ultra-rápido (1h15m).
  8. Após o bip de pronto, retirar a forma e logo desenformar o pão.
  9. Deixar esfriar em uma grade.
  10. Guardar em um recipiente fechado depois de totalmente frio.
 Dicas: 
  • Se perceber que a massa está muito mole pode acrescentar mais um pouquinho de farinha. A massa muito mole, faz o pão baixar depois de pronto. Isso pode acontecer porque algumas farinhas são finas e outras mais grossas conforme a marca e por isso pode haver essa variação, mesmo tendo seguido as instruções da receita. 
  • Nunca use um ciclo menor que 1:15. Se a máquina não tiver esse tempo, use o mais próximo para mais e nunca para menos. O pão com fermento biológico precisa de tempo para crescer.
  • Nunca guarde o pão morno, os pães sem glúten estragam com mais facilidade
  • Esse pão pode durar até 2 dias em temperatura ambiente se não estiver muito calor.
  • Sugiro que guarde na geladeira por até 1 semana ou fatie e congele.
  • Minha sugestão para descongelar as fatias é usar uma frigideira anti aderente, um tostex ou uma torradeira/sanduicheira.
  •  Não acho bom o resultado no microondas, pois o pão amolece demais.

Espero que gostem!

6 comentários:

  1. Que receita maravilhosa. Esse pao esta de encher os olhos.

    bjinhos
    Yasmin

    ResponderExcluir
  2. Parabéns Gilda! Você tem ajudado bastante com suas receitas maravilhosas! Obrigada por compartilhar com amor...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Márcia, obrigada pelo recado carinhoso!
      É um prazer compartilhar minhas receitas, com pessoas como você.

      Um abraço,
      Gilda

      Excluir
  3. Olá,encontrei hoje seu site e estou amando, ja salvei várias receitas. Uma duvida: Quando você escreve CS nas receitas o que quer dizer? Obrigada. Um abraço

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Débora, que bom que você gostou das receitas!
      CS = colher de sopa.

      Abraço.
      Gilda

      Excluir