As receitas aqui postadas são todas livres de glúten.

terça-feira, 26 de maio de 2015

Pão 52 - MFP zero glúten - zero leite - zero soja

                        
 
                               Mais um pão feito na máquina que ficou maravilhoso!

Usei o copo medidor que acompanha a máquina
CS = colher de sopa

Ingredientes: 
  • 1 1/2 copo de farinha de arroz
  • 1 1/2 copo de polvilho doce
  • 1 colher de sobremesa de cmc ou goma xantana
  • 1 colherinha de sal ou a gosto
  • 2 CS de sementes de chia (para um pão mais nutritivo) 
  • 1 CS de vinagre de maçã
  • 2 ovos inteiros + 1 clara
  • 3 CS cheias de azeite ou óleo
  • 1 CS de açúcar demerara (pode usar outro)
  • 1 copo de água morna (se necessário pode acrescentar mais)
  • 1 sachê (10 g) de fermento biológico seco
  • Gema para pincelar
  • Gergelim para polvilhar por cima
Modo de preparo:

Em uma tigela misture a farinha, o polvilho, o sal e o cmc. Reserve

Prepare o fermento juntando em um recipiente fundo: o açúcar, o fermento e a água morna que deve estar quentinha, mas não fervendo para não estragar o fermento.
Tampe e deixe descansando em um lugar sem correntes de ar até formar uma esponja em cima, conforme a foto

Enquanto o fermento cresce, junte no copo medidor (para não sujar mais um utensílio) o azeite ou óleo, o vinagre, os ovos e a clara e as sementes de chia e misture.

Faça uma cova no centro dos ingredientes secos que estão na tigela e junte os líquidos e o fermento levedado. Não é só a esponja, use todo o conteúdo.

Misture tudo com uma colher e passe para a fôrma da máquina de fazer pão. Se achar muito mole acrescente mais um pouquinho de farinha de arroz e se achar que a massa está muito dura coloque um pouquinho mais de água. Sempre que necessário faça isso aos poucos. 

Eu usei o ciclo ultra-rápido que na minha máquina é 1h15m.
Quando parou de misturar e bater, abri a máquina, picelei gema sobre a massa e joguei gergelim por cima.
Feche novamente e aguarde o bip avisando que o pão estava pronto.
Abra, retire a forma e logo desenforme.
Deixe esfriar em cima de uma grade. 
Só fatie o pão depois de frio.

Só depois de bem frio eu guardei em um recipiente fechado (guardar o pão morno, faz com que ele estrague muito rápido.

Obs: Cada máquina tem ciclos de tempos diferentes. Sugiro que não usem ciclos menores que 1:15, pois o pão precisa de tempo para crescer.

Espero que gostem!

Se quiser postar ou compartilhar essa receita, lembre de dar os créditos colocando o link do blog Cozinhando Sem Glúten.
Obrigada! 










































6 comentários:

  1. É normal pão sem gluten fica um pouco durinho com o tempo? Fiz meu primeiro pão de biomassa e amendoas, ele ficou duro no 2 dia.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, é normal! O ideal para quem não vai consumir logo, é deixar o pão esfriar, fatiar, e embalar em um saquinho (retirar o ar) e guardar na geladeira ou no freezer. Quando for consumir retire as fatias. Para descongelar ou aquecer no caso de estar na geladeira, coloque as fatias em uma frigideira anti aderente, vire dos dois lados e em poucos minutos terás um pão como se tivesse saído do forno. Você pode usar um tostex ou torradeira, só cuide para não queimar. É muito rápido.

      Boa sorte!
      Att.
      Gilda

      Excluir
  2. Olá!
    Posso usar para essa receita uma medida de copo americano (200ml)? Não tenho o copo medidor da MFP.
    Obrigado

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, sim pode usar qualquer copo ou xícara de 200ml.

      Abraço.
      Gilda

      Excluir
  3. Olá, quanto tempo demora o fermento a levedar?
    Obrigada

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, não tem um tempo certo! Depende da temperatura da água e do ambiente.

      Att.
      Gilda

      Excluir